terça-feira, 6 de março de 2018

EXPOSIÇÃO "RELEITURAS DE GUERNICA" PELO 9.º A

No âmbito das atividades da Quinzena da Leitura do AE D. Carlos I, foi levada a cabo a exposição "Releituras de Guernica". 

A partir de uma sessão realizado no ano transato pela Professora Bibliotecária da escola sede sobre o Cubismo e os 80 anos de Guernica de Picasso, os alunos do 9.º A, sob orientação da Professora Inês Galvão, procederam a uma releitura sobre cartão e a cores do maior painel  feito por Pablo Picasso. 

Picasso pintou este quadro para retratar o estado de Guernica após o seu bombardeio a 26 de abril de 1937, durante a Guerra Civil Espanhola, com restos de pessoas espalhados por todos os lugares.

Esse quadro foi feito também com o objetivo de transmitir um vazio por dentro de si, um conflito, uma guerra consigo mesmo, em que buscava uma resposta para sua vida amorosa. Sempre que ele olhava para o quadro, pensava consigo mesmo: será que o meu problema é maior do que esta guerra?

O bombardeamento de Guernica ficou firmemente implantada no imaginário como um ponto de viragem no percurso da humanidade, em boa parte graças ao quadro que Picasso pintou e que agora está exposto no Centro de Arte Rainha Sofia, em Madrid. 


Venham apreciar este magnifico trabalho e compreendam melhor o contexto emocional e histórico que conduziu à criação de Guernica bem como os elementos simbólicos que fizeram desta obra- no original uma pintura a óleo sobre tela de grandes dimensões, com 7.76 metros de comprimento e 3.49 metros de altura -, para além da crítica à devastação causada pelas forças Nazistas aliadas com o ditador espanhol Franco, um símbolo de paz ou anti-guerra. 

Como disse Picasso sobre Guernica: "Não, a pintura não está feita para decorar apartamentos. Ela é uma arma de ataque e defesa contra o inimigo."










Sem comentários: